Blog Soulog

Facebook agora é Meta

Mark Zuckerberg anunciando o novo nome do Facebook: Meta

A pergunta que todos se fazem é porque o Facebook resolveu mudar de nome simplesmente? Quais são os impactos de um rebranding para uma marca tão grande assim?

Primeiro ponto que precisamos esclarecer que quem vai mudar de nome é a Holding, não a rede social.

O que é Holding? Holding, sociedade holding, sociedade gestora de participações sociais, empresa de participações, empresa mãe ou sociedade controladora são termos que designam uma forma de sociedade criada com o objetivo de administrar um grupo empresarial.

No caso, a Meta será a empresa mãe do Facebook, Instagram e WhatsApp, que são todas empresas do mesmo grupo.

Que tal ler sobre o rei dos jogos: La Casa de Papel. 

Metaverso é o futuro

Oficialmente, o CEO da Meta, Mark Zuckerberg, justificou a alteração no nome dizendo que a antiga designação marcava um período da empresa que ficou para trás. Por causa disso, a alteração acabou sendo um processo natural para supostamente “olhar para o futuro”.

Esse futuro é o metaverso, um conceito complexo que indica a interação de experiências entre o mundo real e o mundo virtual. A ideia da Meta é permitir que as pessoas tenham vários tipos de experiências (no trabalho, jogando, se divertindo, estudando, malhando) a partir de Realidade Virtual (VR, em inglês) e Realidade Aumentada (AR).

“E se este é o futuro que você quer ver, espero que se junte a nós, porque o futuro vai estar além de qualquer coisa que possamos imaginar”, chegou a dizer Zuckerberg no final do evento.

Gamificação é uma forma de engajar ainda mais seu cliente. Você sabe como fazer? Veja mais aqui.

Quem conhece a Alphabet?

A holding das marcas Google, por exemplo, se chama Alphabet Inc., que também é dona de companhias como a Calico, Nest Labs.

O site Business Insider levantou esse ponto em 2016, assim que a holding, até então chamada Google, resolveu se transformar em Alphabet. Na época, o veículo fez uma comparação do volume de buscas entre os dois termos, mostrando que o interesse na nova designação da holding era simplesmente ínfimo quando comparado com o nome dos produtos ou serviços associados ao Google.

Google

A matéria lembra que a mudança resultou em um incrível benefício para todas as empresas do grupo: a desconexão entre a imagem da Alphabet e do Google. Todo mundo liga para o que acontece com o Google, e não com o que a holding está fazendo, incluindo seus projetos polêmicos com drones e a colaboração com o Exército dos Estados Unidos.

Você já usa TikTok? Não? Leia mais aqui.

Então, qual real motivo da mudança?

O Facebook sofreu e vem sofrendo nos últimos anos com acusações de vazamentos de dados, monopólio e até prejuízos à democracia e à saúde mental de adolescentes com as suas redes sociais (principalmente o Instagram). Que são ótimos motivos para deixar este problema com a Holding não mais com o Facebook, uma das redes sociais com maior sucesso, somando ainda o Instagram e o WhatsApp.

“De agora em diante, seremos o metaverso em primeiro lugar, e não o Facebook em primeiro lugar. Isso significa que, com o tempo, você não precisará usar o Facebook para usar os nossos outros serviços. Conforme nossa nova marca começa a aparecer em nossos produtos, espero que as pessoas conheçam a marca Meta e o futuro que apoiamos”, disse Zuckerberg.

Leia mais sobre como vai funcionar o Metaverso, aqui.

Quer saber mais sobre pagamento via WhatsApp? Leia mais aqui.

Gostou das dicas?

Conhece a Soulog? Fale com a gente! Mais artigos: https://www.soulog.com.br/blog

#vemprasoulog #fulfillmentévida

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WeCreativez WhatsApp Support
👋 Olá, como podemos ajudar?
Rolar para cima